GDAL: Remoção de bordas escuras em arquivos GeoTIFF

4

Estou lendo o livro Fundamentos do Sensoriamento Remoto e Metodologias de Aplicação, do autor Maurício Alves Moreira. Uma agradável leitura que vai me proporcionar conhecimento sobre alguns métodos para classificação e interpretação de imagens. Fazendo um visita à moderação do blog, encontrei o seguinte comentário do meu amigo Diogo Caribé:


Jorge,

Como ta camarada?

Tem como fazer o corte pelo ENVI para retirar o background preto que ficar ao redor da imagem? Não to querendo fazer por exclusão do valor 0 para não perder informação e nem ficar com a imagem cheia de pontinhos sem informação. Entende? O que vc me sugere?


Bem, eu não tenho conhecimento sobre o método para remover a área NODATA de imagens de satélite no ENVI, mas posso oferecer duas opções para o Diogo trabalhar com raster transparente em aplicativos GIS: a biblioteca GDAL e o GRASS GIS. Hoje vou demonstrar como transformar imagens georreferenciadas com background valor zero (escuro) em background transparente através do GDAL.

REQUISITOS:

Para os usuários que possuem a instalação completa do Quantum GIS 1.7.3, não é necessário instalar o FWTools. Vamos utilizar o OSGeo4W Shell para gerar o raster transparente.

Tutorial

1 – Abra o programa OSGeo4W Shell através do Menu Iniciar (no ambiente Linux, será preciso instalar o FWTools):

2 – Essa é a tela de execução dos scripts GDAL:

3 – Use o comando gdal_translate para remover o background zero do raster:

gdal_translate -a_nodata 0 raster_entrada.tif raster_saida.tif

4 – Abra o processador de texto e cole o comando acima substituindo os arquivos de entrada e saída pelo diretório das imagens:

5 – Na janela OSGeo4W Shell, cole o comando acima através do botão de controle da janela:

6 – Pressione a tecla ENTER para executar o algoritmo gdal_translate:

Você pode executar o mesmo comando no FWTools versão Windows ou Linux, caso você queira instalar esse programa. Para verificar a transparência do novo raster, visualizei a imagem gerada em diferentes aplicativos. Clique sobre as imagens para ampliar o zoom:

Visualização da transparência no Quantum GIS

Visualização no Quantum GIS

Visualização da transparência no ArcGIS

Visualização da transparência no ArcGIS

Visualização da transparência no ERDAS

O seletor de cores do ERDAS é diferente dos demais aplicativos. Ajustei uma cor equivalente a 190/232/255:

Transparência no ERDAS

Outra forma interessante para gerar um raster transparente é exportar o mapa de cores da imagem no GRASS. Se você possui alguma solução semelhante e deseja compartilhar seu conhecimento conosco, envie um e-mail para procdigital@gmail.com. Sua participação é importante para blogosfera GIS em Português. 

4 Comentários

  1. Obrigado Jorge,

    Fico muito feliz na consideração que manisfesta por mim. Saiba que a reciproca é inteiramente verdadeira e que o crescimento que tenho apresentado no PDI é fruto de um constelação de caras bacanas como vc.

    Obrigado pelas dicas e pelo site que é uma referência sempre que nossa memoria não nos ajuda muito nos procedimentos que executamos.

    Abraços

    Diogo

  2. As bordas escuras foram retiradas, porem outros pixels dentro da imagem também foram apagadas. Na realidade qualquer pixel com o valor 0 foi excluído e isso em uma ortofoto fica muito ruim. Já pesquisei em vários forum será que não existe uma forma de retirar as bordas pretas ou brancas sem mexer na imagem?

  3. Oi Jorge, parabéns pelo “Post”, eu tenho um arquivo tif com aproximadamente 10 GB, ao fazer o procedimento para remover os pontos escuros, obtive um arquivo de aproximadamente 250 GB, ou seja, aumentou muito o tamanho do arquivo.
    Tem como compactar ou diminuir este arquivo gerado?
    Grato
    Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA