QGIS: atualização do complemento DSGTools

0

O DSGTools é um plugin para o QGIS (https://www.qgis.org/pt_BR/site/) que permite aos usuários a criação e utilização de produtos cartográficos apresenta funcionalidades que permitem a produção de dados geoespaciais em perfeita conformidade com a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde), possibilitando a implementação física da Especificação Técnica para Estruturação de Dados Geoespaciais Vetoriais 2.1.3 (ET-EDGV) em bancos de dados geográficos. 

O plugin foi todo desenvolvido em python e está disponível para download pelo próprio QGIS ou pelo endereço http://plugins.qgis.org/plugins/DsgTools/.

Alterações da versão 3.2

Visando a constante evolução e otimização das linhas de produção cartográfica, o DSGTools tem novas funcionalidades, melhorias de uso e performance de ferramentas além de correção de bugs.

Novas funcionalidades

  1. Ferramenta de Informação de Raster

Ferramentas que interage com layers Raster carregadas em canvas.

1.1 DSGTools: Informação das Bandas no Cursor do Mouse

Ferramenta que, quando ativada, expõe o(s) valor(es) de banda(s) do raster escolhido. Para ativá-la, basta acessá-la na barra de ferramentas por meio da Informação das Bandas no Cursor do Mouse, clicando no ícone  1.

Informação das Bandas no Cursor do Mouse

1.2 DSGTools: Visualizador Dinâmico de Histograma

Ferramenta que, quando ativada, ajusta o histograma de acordo com os pixels presentes no presente quadro de visualização. Para ativá-la, basta acessá-la na barra de tarefas por meio da Visualizador Dinâmico de Histograma, clicando no ícone  2.

Visualizador Dinâmico de Histograma

1.3 DSGTools: Capturar Valor do Raster

Ferramenta que atributa um campo de feição de primitiva do tipo ponto com o valor do pixel correspondente à sua posição de um raster. A ferramenta pode ser utilizada tanto para adquirir um ponto, por meio de um clique em tela, ou (re)atributa um conjunto de pontos que for selecionados dentro de um retângulo criado ao arrastar o mouse segurando o clique esquerdo do mouse e a tecla SHIFT. A ferramenta é acionada por meio do botão 5

Capturar Valor do Raster

Capturar Valor do Raster

  1. DSGTools: Flip Line Tool

Ferramenta utilizada para a inversão do sentido de aquisição linhas. Esta ferramenta age sobre as linhas selecionadas, sendo ativada por meio do botão 3.Flip Line Tool

  1. DSGTools: Ferramenta de Aquisição a Mão Livre

A fim de facilitar a aquisição de novas feições, esta nova ferramenta, desenvolvida pelo contribuidor Jossan Costa (@jossanCosta), adquire feições a partir do movimento do mouse, sem a necessidade de cliques. Para utilizá-la, basta, após iniciar o modo de edição da camada a ter a feição adquirida, clicar em 4.

Ferramenta de Aquisição a Mão Livre

Ferramenta de Aquisição a Mão Livre

  1. Novos Processos de Validação

Três novos processos foram adicionados à Caixa de Validação do DSGTools: Criar Nós da RedeVerificar Direcionamento de Rede e Identificar Ângulos Fora dos Limites na Cobertura Terrestre. Os dois primeiros processos foram modelados para que, de forma harmoniosa, executem a validação topóligica de redes hidrológicas, incluindo o seu direcionamento.

4.1 Criar Nós da Rede

Este processo identifica e cria todos os nós da rede, classificando-os dentre 12 classes, conforme a imagem a seguir.

classes de nó.

Para a execução do processo, é necessário o fornecimento dos seguintes parâmetros:

  • Only Selected: criar nós somente as feições da rede selecionadas;
  • Network Layer: camada da rede [de hidrografia] a ser direcionada;
  • Search Radius: distância considerada para a classificação dos nós quanto ao posicionamento espacial relativo às camadas de comparação (moldura e camadas de corpo d’água);
  • Sink Layer: camada que contém os sumidouros e vertedouros da rede; e
  • Reference and Water Body Layers: camada de referência dos limites representados no conjunto de dados a serem validados (normalmente é a moldura) e todas as camadas que possuem feições representativas de corpos d’água que se relacionam com a rede.

4.2 Verificar Direcionamento de Rede

Processo projetado para a validação topológica da rede, baseada no relacionamento entre os componentes da rede hidrológica. Para a sua execução, os nós da rede devem ter sido anteriormente gerados, mesmo que não tenha sido gerado pelo processo Criar Nós da Rede(embora seja fortemente recomendado a criação e gestão de nós de forma automática por este processo).

Durante sua execução, o processo verifica a conformidade e correção, executando, sempre que possível, correções nas linhas componentes da rede hidrológica sendo validada. Considerando-se estas alterações, a rede pode assumir um comportamento bastante maleável e, assim, o processo foi concebido de maneira recursiva, de modo a tentar incorporar as alterações na rede proporcionadas por estas correções à medida que ocorrem e, por fim, mantendo o estado da rede o mais atualizado possível.

Paramâmetros do processo:

  • Select All Valid Lines: indica se ao final do processo as linhas que foram consideradas válidas serão selecionadas;
  • Node Layer: camada que contém os nós da rede a ser validada;
  • Search Radius: distância considerada para a classificação dos nós quanto ao posicionamento espacial relativo às camadas de comparação (moldura e camadas de corpo d’água);
  • Network Layer: camada da rede [de hidrografia] a ser direcionada;
  • Max. Directioning Cycles: o número máximo de ciclos de direcionamento a serem executados;
  • Reference and Water Body Layers: camada de referência dos limites representados no conjunto de dados a serem validados (normalmente é a moldura) e todas as camadas que possuem feições representativas de corpos d’água que se relacionam com a rede; e
  • Sink Layer: camada que contém os sumidouros e vertedouros da rede.

Direcionamento de rede hidrográfica

4.3 Identificar Ângulos Fora dos Limites na Cobertura Terrestre

Processo que identifica pequenos ângulos em camadas que compõem a cobertura terrestre. Relaciona camadas de polígonos com linhas.

Paramâmetros do processo:

  • Classes: camadas a serem verificadas. São exibidas somente as camadas de primitiva do tipo linha e polígono;
  • Angle: limiar angular mínimo. Qualquer ângulo menor que esse valor é marcado como flag.

Melhorias

  1. DSGTools: Ferramenta de Seleção Genérica
  • Rubberband destancando feições: as feições que serão afetadas pela ação embaixo do cursor do mouse no menu de contexto são iluminadas por uma rubberband;
  • Novo agrupamento do menu de contexto: o menu de contexto se adapata às feições presentes na região de seleção aplicada, de acordo com o estado de seleção das feições e da quantidade de classes distintas, ordenando-as em ordem alfabética, assim como as feições de cada classe (por ID);
  • Seleção de classes de mesma primitiva: quando há a contínua seleção de feições, as demais feições que poderão ser selecionadas dependem da primitiva mais forte (ponto > linha > polígono) do conjunto de feições já selecionadas (e.g. se houver uma classe do tipo “ponto”, apenas pontos poderão ser selecionados complementarmente); e
  • Otimização de performance: ferramenta teve seu algoritmo de seleção otimizado, de forma a melhorar o tempo de execução.

Ferramenta de seleção genérica

  1. Caixa de Ferramentas de Validação
  • Identificar Pontas Livres: processo possui o parâmetro “Raio de busca” marcado como opcional;
  • Filtro de flags dos processos de validação: o filtro permite filtragem por processo e classe;
  • Checar Regras Espaciais: processo permite o não preenchimento da cardinalidade da regra (há casos em que a ocorrência da regra independe da cardinalidade); e
  • Log de processos de validação: o log exposto no QGIS foi alterado e faz parte do log apresentado no histórico e o histórico pode ser filtrado por usuário (que executou o processo).
  1. Opções

Agora alguns parâmetros das ferramentas DSGTools: Ferramenta de Seleção Genérica e DSGTools: Aquisição a Mão Livre definidos acessando Ferramentas DSG > Opções.

  1. Ferramenta de Aquisição em Ângulos Retos

As seguintes melhorias foram desenvolvidas pelo contribuidor Ronaldo Martins (@ronaldomsjr):

  • Comprimento da aresta em tempo real: a ferramenta agora mostra comprimento em tempo real da aresta que está sendo digitalizada;
  • Rubberband melhorado: o rubberband agora já mostra a pré-visualização da figura fechada;
  • Rubberband mostra construção inválida de polígono: a ferramenta avisa pela cor do rubberband quando o usuário tenta fechar uma figura que não está válida.

Novo comportamento da ferramenta de aquisição em ângulos retos

DEIXE UMA RESPOSTA